Domingo, 26 de maio de 2024
O melhor da notícia ao alcance de suas mãos
informe o texto

Notícias || Polícia

Justiça mantém prisão de acusado de assassinar motoristas

Justiça mantém prisão de acusado de assassinar motoristas

Foto: Reprodução

Foi mantida a prisão de Lucas Ferreira da Silva, 20, preso nesta segunda-feira (15), em Várzea Grande, pelo homicídio de 3 motoristas de aplicativo da região metropolitana de Cuiabá. Ele passou por audiência de custódia na tarde desta terça-feira (16). Os outros dois detidos, que são menores, ainda serão submetidos à audiência de apresentação, que deve ocorrer nesta quarta-feira (17).

Além de Lucas, outros dois adolescentes foram detidos pela polícia em decorrência dos homicídios. Na tarde de hoje (16) Lucas passou por audiência de custódia na 5ª Vara Criminal de Várzea Grande e, na ocasião, o juiz Abel Balbino Guimarães converteu a prisão em flagrante em prisão preventiva.

Como apenas Lucas é maior de idade, somente ele teve a prisão decretada. Com relação aos dois adolescentes, a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) informou que o juiz Tiago Souza Nogueira de Abreu, titular da Vara Especializada da Infância e Juventude de Várzea Grande, está aguardando um parecer do Ministério Público sobre o caso.

O magistrado acredita que por ser um caso grave, de urgência, esse parecer deve chegar até amanhã, quarta-feira (17). Só então ele irá realizar a audiência de apresentação dos menores. E a partir dai, dar uma decisão, um encaminhamento.

 

O caso 

Os menores L.P.S.,15, E.G.M.L.,16 e Lucas Ferreira da Silva, 20, foram presos na noite de segunda-feira (15). Os 3 são acusados de sequestrar e matar Elizeu Rosa Coelho, de 58 anos, Nilson Nogueira, 42, e Márcio Rogério Carneiro, 34, que estavam trabalhando quando desapareceram entre os dias 11 e 14 de abril.

O delegado Nilson Faria, da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), revelou que um dos adolescentes detidos pelos assassinatos, disse em depoimento que decidia matar as vítimas para se vingar da morte do irmão. Um dos motoristas, Elizeu, chegou a implorar por sua vida, mas o adolescente o executou mesmo assim.

“A princípio, o objetivo era só o roubo, porém um desses indivíduos, um dos menores, ele no passado, em um assalto junto com um irmão, a vítima reagiu, o irmão dele morreu e ele levou um tiro na barriga. Ele informou que, de certa forma, queria se vingar. Queria que os bandidos também ganhassem”, contou.

Além do roubo dos veículos, a motivação dos suspeitos passou a ser os assassinatos, já que começaram a sentir prazer com os homicídios. Eles disseram à polícia que se continuassem soltos continuariam matando outras vítimas, na média de uma por dia.




Gazeta Digital
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet