Sexta-feira, 1 de março de 2024
O melhor da notícia ao alcance de suas mãos
informe o texto

Notícias || Política

Kalil admite discutir privatização do DAE apenas após executar investimentos previstos para o saneamento

O chefe do Executivo Municipal acredita que após isso, o problema da água de Várzea Grande está praticamente solucionado

Kalil admite discutir privatização do DAE apenas após executar investimentos previstos para o saneamento

Foto: Reprodução

O prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat (MDB), afirma que irá discutir a possibilidade de privatizar o saneamento básico do município após executar todos os investimentos previstoS para o setor. O emedebista alega ainda que além de verba federal, a Prefeitura também fará investimentos próprios.
 
“Nesse momento a privatização não é uma opção. Até porque eu tenho recursos federais, tenho dinheiro do PAC que está previsto para saneamento básico, e se eu privatizar perco esse recurso. Então, não há possibilidade nenhuma de privatização”, enfatizou.

O chefe do Executivo Municipal acredita que após os investimentos previstos, o problema da água de Várzea Grande estará "praticamente solucionado". “Os recursos federais, a maior parte dele, estão no esgotamento sanitário e abastecimento de água, mas o que eu estou fazendo com recursos próprio eu acredito que vai resolver entre 90% a 95% dos problemas de água”, disse.
 
Depois disso, ele afirma que aceita discutir a privatização do Departamento de Água e Esgoto (DAE). “Agora, depois dos investimentos todos feitos, nós vamos abrir para opinião pública se manifestar, vamos discutir com a sociedade”, finalizou.

Kalil vem sendo pressionado por algumas autoridades políticas do município a dar início ao processo de privatização dos serviços de saneamento básico da cidade, seguindo exemplo de Cuiabá. No entanto, o prefeito sempre se posicionou contra a medida.
 
Recentemente, inclusive, a Câmara de Vereadores cogitou a possibilidade de vir a instaurar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apontar, de uma vez por todas, os reais problemas e responsáveis pela falta d’água em Várzea Grande.

Este é um problema de décadas que a cidade enfrente e tema de campanhas há vários anos, sendo sempre promessa dos candidatos resolver a problemática, porém, até hoje os moradores de Várzea Grande padecem com a falta de água. Além das irregularidades nos abastecimentos, outro problema é que, na maioria das casas, a água que chega não tem força para subir para as caixas d'água, precisando então ter um reservatório e bombas. O que também acaba gerando um custo maior para o cidadão. 





Leiagora
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet