Sexta-feira, 1 de março de 2024
O melhor da notícia ao alcance de suas mãos
informe o texto

Notícias || Política

Vereadores aprovam criação de comissão de transição na saúde para acompanhar o fim da intervenção

Com 15 votos favoráveis a comissão tem o objetivo de garantir estabilidade e assistência médica à população de Cuiabá

Vereadores aprovam criação de comissão de transição na saúde para acompanhar o fim da intervenção

Foto: Reprodução

Foi aprovada na Câmara Municipal de Cuiabá com 15 votos favoráveis a criação de uma comissão de parlamentares para acompanhar a transição do Gabinete Estadual de Intervenção na Saúde municipal que termina no dia 31 de dezembro. A escolha dos membros da equipe será realizada na próxima segunda-feira (27) durante a reunião do Colégio de Líderes.
 
Proposta pelo vereador Dr. Luiz Fernando (Republicanos), o parlamentar enxerga na criação da comissão temporária uma margem de segurança aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), de que durante o processo de devolução da gestão não resulte em desassistência médica à população.

“Não podemos permitir que os usuários da rede sejam prejudicados, eles já foram penalizados demais antes da intervenção, vamos lembrar que sob o comando do prefeito Emanuel Pinheiro e de seus inúmeros secretários, o que se inclui dois ex detentos, Huark Douglas e Célio Rodrigues, os pacientes padeciam com a falta de medicamentos, médicos, leitos, cirurgias, realização de exames e demais precariedades. Não podemos deixar o antigo cenário desolador se instalar novamente”, pontua.
 
O vereador do Republicanos lembrou que a intervenção termina em 31 de dezembro, como determinou o Tribunal de Justiça de Mato Grosso, e por isso a importância desse trabalho como forma de garantir estabilidade na saúde de Cuiabá. “Não vamos aceitar uma condução paliativa e ineficaz, os colegas vereadores que prezam pela população precisam compreender que a Casa de Leis precisa ser protagonista das boas práticas na gestão pública. Precisamos trabalhar unidos em prol da população”, defende.




Leiagora
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet