Quinta-feira, 2 de dezembro de 2021
O melhor da notícia ao alcance de suas mãos
informe o texto

Notícias || Cidades

Empresária acusa gerente desaparecido de ter estuprado enteada de 11 anos em Cuiabá

Empresária acusa gerente desaparecido de ter estuprado enteada de 11 anos em Cuiabá

Foto: Reprodução/Olhar Direto

A empresária e ex-namorada do gerente Daniel Francisco Lima Rosa, de 37 anos, visto pela última vez no dia 17 deste mês, no bairro Pedra 90, em Cuiabá, registrou um boletim de ocorrência neste domingo (21), acusando ele de ter estuprado a filha dela, de 11 anos.

A mulher compareceu na sede do 1º Batalhão da Polícia Militar juntamente com a filha para relatar o ocorrido. Na oportunidade, disse que estaria desconfiando do ‘convivente’ e dos comportamentos da filha.

Conforme a ocorrência, a criança estaria agressiva com Daniel, mas ele estaria negando qualquer relação com o comportamento dela. Porém, conforme conta a empresária, no dia 17, Daniel teria fugido de casa e nunca mais entrou em contato. Ainda conforme a ocorrência, a menina teria dito a mãe que Daniel abusava dela desde abril deste ano.

Diante dos fatos, a PM encaminhou a empresária e a filha à Delegacia da Mulher 24 horas. Na ocasião, a empresária entregou um aparelho celular da marca Motorola com tela quebrada, que seria de Daniel. Ela afirmou também que Daniel teria apagado alguns arquivos, mas não mencionou quais.

Polícia investiga desaparecimento

Nesta terça-feira (23), a empresária deveria ser ouvida pelo Núcleo de Pessoas Desaparecidas (NPD), da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Conforme apurou a reportagem, Daniel teria saído da residência da mãe no bairro Pedra 90, e dito que iria buscar suas coisas na casa da ex. No entanto, Daniel nunca mais retornou para a casa. 

Durante a noite, Daniel afirmou em mensagens enviadas a mãe que não conseguiria retornar no mesmo dia. Já na manhã do dia 18, ele teria enviado ‘Bom Dia’.
Conforme algumas pessoas próximas de Daniel, a mulher não aceitava o fim do relacionamento e costumava fazer chantagem emocional por conta dos problemas de saúde.

Antes de se envolver com a empresária, Daniel foi casado por 14 anos com uma mulher com quem tem um filho da mesma idade. Os dois ainda estão juntos no papel. 

Mas foi em janeiro deste ano, que ele teria começado a ter um caso com a empresária, depois de ter sido contratado para trabalhar como gerente das lojas de roupas que ela é proprietária.    

A versão da empresária dada a mãe de Daniel é de que ele desapareceu depois de sair da residência dela para pegar uma marmita. Há, inclusive, filmagem em que ele aparece deixando o imóvel.

O Núcleo de Pessoas Desaparecidas mantém números de telefone para receber informações sobre o paradeiro do gerente. São eles: (65) 3901-4923 / 4825 e WhatsApp 99982-7766.  






Por:Olhar Direto
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet