Quinta-feira, 2 de dezembro de 2021
O melhor da notícia ao alcance de suas mãos
informe o texto

Notícias || Cidades

Motorista nega ter cancelado 1,6 mil corridas e pede retorno a aplicativo em Cuiabá

Motorista disse que é impossível ter cancelado grande número de corridas

Motorista nega ter cancelado 1,6 mil corridas e pede retorno a aplicativo em Cuiabá

Foto: Imagem Ilustrativa

Um motorista de Cuiabá da plataforma Uber está reivindicando na Justiça de Mato Grosso o seu retorno à função após ser excluído da plataforma sob a alegação de que cancelou, no período de 30 dias, 1.610 mil corridas solicitadas pelo aplicativo. No dia 19 deste mês, o juiz da 3ª Vara Cível de Cuiabá, Luiz Octavio Saboia Ribeiro, determinou a intimação da Uber para apresentar defesa no prazo de cinco dias antes de decidir a respeito do pedido de liminar. 

O motorista diz que o Uber é sua única forma de sobrevivência e que foi excluído injustamente da plataforma, sofrendo dano irreparável porque está impossibilitado de trabalhar. 

De acordo com a petição, o motorista foi surpreendido com a exclusão da plataforma ao receber uma mensagem via aplicativo no dia 21 de setembro deste ano informando que o motivo seria o cancelando de 1610 corridas de 1809 realizadas em um intervalo de 30 dias. 

O motorista diz que é impossível aceitar e posteriormente cancelar esse número de corridas dentro de um mês trabalhando, considerando que não trabalha todos os dias da semana e que seu tempo on-line é inferior a seis horas na maioria dos dias. 

Por isso, a defesa do motorista acredita que algum problema técnico possa ter ocorrido para gerar uma quantidade alta de corridas que, em sua versão, jamais foram canceladas. Por isso, pediu a inversão do ônus da prova, para obrigar a Uber apresentar relatório de abandono de corridas pelo motorista. 

“É importante destacar que a parte autora todas as vezes que aceitava as corridas colocava off-line, pois se fizesse as corridas online às outras caiam. Em razão disso, o autor requer desde já a inversão do ônus da prova para que a requerida apresente o relatório detalhado das viagens realizadas pelo autor no referido período”, diz um dos trechos da petição. 







Por:Folhamax
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet