Domingo, 25 de julho de 2021
O melhor da notícia ao alcance de suas mãos
informe o texto

Notícias || Política

Emanuel aciona PGM para tentar barrar volta de público nos estádios em MT

Emanuel aciona PGM para tentar barrar volta de público nos estádios em MT

Foto: Reprodução

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) afirmou que já acionou a Procuradoria-Geral do Município (PGM) onde aguarda um parecer sobre a Lei aprovada pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso, na última segunda (19), que prevê a volta de 35% dos torcedores aos estádios de futebol do Estado.

O gestor municipal ressaltou a preocupação da disseminação da Covid-19 e também de novas variantes da doença durante a realização de grandes eventos na Capital. As declarações foram dadas à imprensa após reunião do movimento pró-ferrovia nessa terça (20), em Cuiabá.

“Pedi para a PGR fazer um estudo para eu ter um parecer. Salvo melhor juízo, quem tem autoridade para definir aglomeração de pessoas em determinados estabelecimentos durante uma crise sanitária, é a maior autoridade sanitária do município. Isso foi decidido naquela guerra do Supremo. A Arena Pantanal é do Estado, mas está localizada em Cuiabá. Para não precipitar e criar nova polêmica, eu pedi ontem um estudo à PGM e vou receber e quero discutir com eles”, disse o prefeito da Capital.

Os deputados de Mato Grosso aprovaram o projeto de lei do deputado Eduardo Botelho (DEM) que permite a presença de pessoas já vacinadas ou com exames negativos contra a Covid-19 de até 48h possam entrar nos estádios para assistir partidas de futebol. A decisão da AL foi por maioria e apenas o deputado Lúdio Cabral (PT) foi contrário.

O PL permite que 35% da população possa acompanhar jogos como os do Cuiabá na Série A do Brasileirão. Para entrar em prática, o projeto ainda deverá ser sancionado pelo governador Mauro Mendes (DEM) e depois encaminhado para a CBF.

Segundo Emanuel Pinheiro, a ideia do governo estadual pode contribuir para um aumento de casos da Covid-19 em Cuiabá. O prefeito frisou ainda que trabalha para prevenir a propagação da doença entre a população cuiabana, uma vez que vive momento de preocupação com possíveis aglomerações em salas de aulas, casas de shows, entre outros ambientes públicos da cidade.

“Isso me preocupa, porque você começa a combater aqui, tomando várias medidas para evitar a propagação do vírus ou a disseminação de uma nova variante, e daqui a pouco vem e coloca 35% de públici dentro de um estádio. Pelo amor de Deus, você vai juntar cerca de 15 mil pessoas em um único local? Calma, calma, se eu tô com essa preocupação em sala de aula, imagina em um estádio, casas de shows. Deixa a gente trabalhar em paz e com segurança”, concluiu Pinheiro.






Por:RDNews
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet