Quinta-feira, 2 de dezembro de 2021
O melhor da notícia ao alcance de suas mãos
informe o texto

Artigos || Francisney Liberato

Mude para melhor

Enquanto houver fôlego de vida, haverá chances de tornar-se a melhor versão de si mesmo

Richard Bandler, autor de vários livros e cocriador da Programação Neurolinguística – PNL, é dono de uma das frases mais impactantes da atualidade: “Por que continuar sendo você mesmo se você pode ser alguém muito melhor?”.

A mudança de vida, em seus diversos aspectos, é o fator preponderante para a manutenção do equilíbrio. O planeta Terra, por sua vez, convalida esse dinamismo a cada movimento, em torno de si mesmo, ou em torno do sol de maneira pontual e contínua.

Ao contrário da predestinação da natureza, no que compete ao seu dinamismo programático e já estabelecido, a mudança que almejamos em nós passa por uma análise consciente do que precisa ser melhorado e para isso requer uma decisão factível, com coragem, humildade e disciplina.

Por isso, dirijo-lhe a seguinte pergunta: você deseja continuar sendo você mesmo? Ou desejar mudar para ser uma pessoa melhor? Perceba que nas duas possibilidades elencadas a decisão é exclusivamente sua.

Aqui me refiro a mudanças de hábitos prejudiciais da personalidade e do comportamento humano, não faço menção à mudança de princípios que são enraizados em nós e que revelam nossa essência. Para tanto, no aspecto comportamental, há sempre algo que merece ser moldado. Há muitas pessoas que imergem na ânsia de querer moldar o outro, ou esperar que a mudança ocorra de fora para dentro, entretanto, tenho uma péssima notícia para te dar: você não mudará ninguém, a mudança que você espera depende da sua atitude e, a partir disso, tudo ao seu redor se transformará.

Uma autoavaliação bem interessante e que devemos constantemente rememorar é: será que vale a pena ser a mesma pessoa todos os dias? Será que existe algo que precisa ser melhorado?

Vale a pena mudar? Sim. Entendo que só não muda quem já está morto, do contrário, se ainda estamos vivos, é possível transformar o nosso ser. Creio que todos nós gostaríamos de melhorar nosso relacionamento interpessoal! Já bastam a vida e os seus problemas diários, por que não ser uma pessoa melhor?

Os benefícios da mudança são incalculáveis, pois o primeiro a ser beneficiado somos nós, sendo assim, teremos uma vida melhor e mais feliz com nosso universo particular. Já o segundo a ser beneficiado da sua mudança, são as pessoas que estão próximas a você, ou que estão dentro do seu rol de relacionamentos; o terceiro beneficiado são as pessoas que passarão pela sua vida e presenciarão o seu exemplo.

O desafio para você hoje é: mude para melhor enquanto existem possibilidades! Não deixe para o amanhã a mudança, pois o amanhã talvez nunca exista para você. Reflita nas palavras de Richard Bandler: “Por que continuar sendo você mesmo se você pode ser alguém muito melhor?”.

 

Francisney Liberato é auditor do Tribunal de Contas.
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet